O produtor Ronaldo Cirilo Triacca, da Vinícola Villa Triacca, associada da Anprovin, acaba de conquistar um importante prêmio nacional. O vinho Seu Claudino Syrah levou o primeiro lugar na categoria tinto do Prêmio CNA Brasil Artesanal 2023. O concurso é promovido pela Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA) em parceria com a Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) e a Empresa de Pesquisa Agropecuária e Extensão Rural de Santa Catarina (EPAGRI).

A Vinícola Villa Triacca tem os seus vinhedos no Centro-Oeste (Paranoá-DF), onde utiliza a técnica da dupla poda, tecnologia que está revolucionando as fronteiras do vinho nacional. A cerimônia de premiação dos vencedores dos melhores vinhos e espumantes que concorreram ao Prêmio CNA Brasil Artesanal 2023 aconteceu na semana passada em Bento Gonçalves (RS).

 

 

 

O segundo lugar na categoria tinto ficou com Carlos Sanabria, do Vinhos Sanabria, com o vinho Cabernet Franc – Pinot Noir Tannat, de Caxias do Sul (RS); e em terceiro lugar ficou o produtor José Magid Waquil, com o vinho Tinto do Turvo, de Capitólio (MG).

O prêmio foi dividido em três etapas de seleção e classificação, nas categorias Vinho Branco, Vinho Tinto, Espumante Moscatel e Espumante Método Charmat ou Tradicional, com avaliação de júri técnico e júri popular e avaliação da história do produto. As amostras dos 20 finalistas, cinco de cada categoria, eram provenientes do Rio Grande do Sul, Paraná, Minas Gerais, São Paulo, Distrito Federal e Pernambuco.

 

Com premiação em dinheiro, os vencedores tem seus Vinhos e Espumantes reconhecidos nacionalmente e obtêm o Selo de Participação no PRÊMIO CNA BRASIL ARTESANAL.

 

Segundo a organização da CNA, foram avaliadas 140 marcas de vinhos e espumantes de pequenos produtores rurais. O júri técnico, composto por 15 especialistas, selecionou 20 rótulos em outubro, que também foram avaliados pelo público geral na fase do júri popular, em novembro.  A última etapa foi a análise das histórias dos vinhos e espumantes, feita a partir da descrição do produtor sobre o processo produtivo utilizado na produção, as tradições e as regionalidades.

 

O prêmio CNA reforça o bom momento da viticultura no Brasil, com sua grande e extraordinária contribuição ao agro brasileiro, gerando emprego e renda em várias partes do País.

 

 

Para o gerente-executivo da Associação Nacional dos Produtores de Vinho de Inverno (Anprovin), Matheus Cassimiro, concursos como o da CNA fortalecem a identidade vitivinícola brasileira e mostram como os Vinhos de Inverno conquistaram a primeira prateleira do reconhecimento e da reputação no setor. Ele parabenizou os produtores da Vinícola Villa Triacca pela premiação.

 

Veja o vídeo completo da cerimônia (a premiação da Vinícola Villa Triacca está no minuto 43)

 

Publicações Relacionadas

Compartilhe esta notícia, escolha sua plataforma!